Qual raça devo jogar em Warcraft 3?

Warcraft 3

Olá a todos! Eu sou o Norseland, jogador “iniciante” no cenário de Warcraft 3 e também streamer nas horas vagas. Eu estava procurando artigos sobre o jogo, pois gosto bastante de leitura, e então achei vários artigos para iniciantes no site Warcraft3.info. Como não há nenhuma tradução para estes artigos, e como temos vários jogadores começando e nem todos sabem inglês fluentemente, eu resolvi traduzir alguns dos artigos que podem ajudar a comunidade brasileira.

Trago agora este artigo “New to Warcraft: What Race should i play?”, publicado em 05 de dezembro de 2018 e escrito por Cepheid.

“Que raça devo jogar?”

Desde o primeiro anúncio da Blizzard que demonstrou interesse em renovar o Warcraft 3 (ou pelo menos sua comunidade) por volta de 2017 e 2018, há agora um grande fluxo de novos jogadores entrando. Como alguém que já iniciou em jogos que estavam em curso ou velhos, para iniciar a jogar, estou ciente de quanto pode ser assustador entender um jogo complexo e bem estabelecido.

Abaixo, eu compilei um guia abrangente sobre as principais coisas que definem cada raça para ajudar tanto jogadores que retornaram quanto jogadores novos e perdidos, pesando os prós e contras de cada raça.

Para jogadores experientes ou regulares, como certamente não vou poder cobrir todos os aspectos de Warcraft 3, encorajo os veteranos a deixarem comentários que possam ajudar os novatos a escolher uma raça de forma eficaz.

De longe, a pergunta mais comum para um novo jogador é essa:

Que raça devo jogar?

A resposta será pessoal para cada jogador, mas os jogadores novos não tem conhecimento para definir sua raça fixa e tendem a apoiar o que veem em streamers ou jogadores profissionais de Warcraft 3, então uma discussão com informações sobre o que as raças fazem no 1.30 ajudará eles a descobrirem o que gostam e o que querem fazer no jogo.

Depois de ler este guia, recomendo também a ler a série “How to Basic: …” de RehcraM (será traduzido em breve aqui no Warcraft 3 Brasil). Ele examina todos os pontos fortes e fracos das unidades com mais detalhes, além de abordar as estratégias comuns usadas de cada raça.

Por fim, vamos explorar algumas das identidades de cada raça e esperamos que uma delas se destaque para você. Eu também incluí uma estratégia para cada raça que irá ajudá-lo a ter uma boa noção do que cada uma é. E então, se você ainda não estiver decidido ou não conseguiu se decidir entre duas ou três das quatro raças, sugiro que converse com jogadores experientes que podem te ajudar ainda mais. Se no final você ainda não tiver certeza, sempre existirá o Random.

Humanos

Como é tradição em um mundo de fantasia, os humanos são geralmente adaptados como tendo uma forte organização e estarem em grandes números. Em Warcraft 3 isso significa que eles têm unidades com custo de população mais baixo, muitas vezes com menos pontos de vida, mas são mais baratos e rápidos de se recrutar. Isso não é necessariamente uma desvantagem.

Com suas fortes defesas básicas e uma mecânica única conhecida como Milícia, eles são a raça que mais se expande no Tier 1. Eles também exigem que um jogador novato estude mais sobre mecânicas de jogo como layout de base e Timing Attacks.

O exército Humano tem uma boa luta, muitas vezes escolhendo evoluir o herói mais cedo ou indo para uma vantagem econômica inicial que posteriormente pode ser convertida em um grande exército no final de jogo. Lento e firme enquanto vence a partida.

Atualmente na atualização 1.30, os Humanos estão em uma posição estranha, e estão esperando por algumas mudanças no futuro. No entanto, a base sólida de creepar no início de jogo com auxílio das milícias, muitas opções tecnológicas e boas unidades mágicas são muito improváveis de tomarem alguma mudança.

Especialidades

  • Boa defesa de base e um early game bastante seguro.
  • Muitas opções tecnológicas.
  • Bom em fazer expansão rapidamente ou no início de jogo.
  • Archmage é um ótimo herói de suporte.
  • Diversas opções e combinações de seus heróis.
  • Unidades mágicas muito eficazes em todos os match-ups.

Iniciando

    • É muito bom treinar com o Archmage inicialmente e aprender alguns padrões para matar monstros com jogadores experientes para cada um dos mapas , isso lhe dará um início bem forte a qual você poderá trabalhar com o que quiser.
    • Aprenda como expandir rapidamente e usar bem sua milícia. É ótimo ter em sua estratégia o uso das milícias sendo elas uma unidade muito efetiva no começo de jogo.
    • Experimente todas as unidades e opções tecnológicas, todas elas possuem seu lugar para brilhar.
    • Humano tem os layouts de base mais complicados para novos jogadores, veja alguns guias de como fazer a sua base.
    • NÃO ESQUEÇA DE FAZER MAIS FAZENDAS.

Por que eles são diferentes?

  • Os upgrades humanos são divididos entre Unidades (no Blacksmith) e os de construção (no Lumber Mill), enquanto as outras raças usam sua construção de Upgrade (War Mill, Hunter’s Hall, Graveyard) os Humanos usam o Lumber Mill.
  • Suas construções podem ser levantadas por vários trabalhadores ao mesmo tempo, acelerando a velocidade de construção em troca de um custo adicional de recursos. Ótimo para sua expansão ou tecnologia.
  • Sua defesa de base também pode atacar, no caso, você pode utilizar uma mecânica dos peões dos Humanos para se tornarem milícia, uma unidade básica de ataque por tempo limitado, e pode utilizá-los tanto para defender a sua base quanto para lhe ajudar a creepar ou atacar o inimigo se conseguir chegar ao exército dele ou base enquanto o tempo corre. Quando o tempo acaba, eles voltam a ser peões e você pode usá-los para construir torres na base dos inimigos, ou até mesmo uma loja.
  • Um por todos e todos por um: as unidades dos Humanos e heróis não tendem a ser muito eficazes sozinhos. Eles precisam atingir uma massa crítica e uma boa composição. Isso pode ser algo bem sútil, e você pode perder um jogo porque construiu um priest a mais do que o necessário.
  • O posicionamento é fundamental. Mais do que provavelmente qualquer raça, lutar em um lugar ruim é devastador para o Humano. Com bons magos, artilharia e heróis de longo alcance frágeis e uma linha de frente fraca, eles precisam de pontos estreitos ou um bom suporte para conseguir lutar.
  • As torres mais fortes do jogo. Os Humanos têm naturalmente a mais poderosa Tower Rush de Tier 1 do jogo, e com suas Ivory towers e o forte início no Tier 2, eles são especialmente eficazes em ataques com torres no Tier 2. Essa estratégia foi usada contra Orcs por muitos anos, criada pelo famoso jogador Chinês Sky.

Orcs

A raça dos extremos. Maiores heróis de DPS, pontos de vida de unidades com a média mais alta, grande dano de burst, bom sustain, muita utilidade nas habilidades, excelentes heróis no late game. Eles também são a raça com as unidades com menor alcance, construções mais vulneráveis, unidades aéreas muito frágeis e a única raça a não ter nenhuma unidade imune a magia.

Essa raça é focada em combates corpo-a-corpo e é bastante complexa, onde a menor das decisões parece ter um grande impacto. Perder uma única unidade é um erro que pode custar caro, enquanto um golpe crítico, um item correto, um pouco de sorte ou um Hex perfeito pode ganhar o jogo.

Apesar de algumas mudanças significativas na árvore tecnológica, e alguns ajustes nos heróis no patch 1.30, a raça não teve muitas mudanças, com algumas de suas forças levemente nerfadas e algumas de suas fraquezas aumentadas.

Especialidade

  • Boas opções para agressão no Early Game.
  • A loja dos Orcs é especialmente útil do Tier 1 ao Tier 3.
  • É difícil perder unidades, isso faz com que os oponentes realmente pensem em tipos de composição para te derrotar.
  • Os heróis costumam dar bastante dano, sendo sua principal fonte de DPS.
  • Topo de poder no Tier 2.
  • SPEED SCROLL – ZUUUUUUUUUUUUUUUUM

Iniciando

  • Blademaster ou o Farseer são escolhas muito fortes de primeiro herói, especialmente o Blademaster que está forte no metagame. Enquanto isso, o Tauren Chieftain ou o Shadow Hunter em segundo lugar são opções muito viáveis. Todas as quatro combinações podem funcionar. Você pode fazer Scout ou Harass com seu primeiro Herói e levar o segundo herói a um nível alto, creepando com seu exército.
  • Suba de tecnologia rapidamente. 315 de ouro e 190 de madeira é o custo para upar para o Tier 2, e na maioria das vezes sua estratégia usará  as suas unidades que estão no Tier 2, então você vai querer chegar a isso o mais rápido possível.
  • Use o Voodoo Lounge, é um recurso incrível e NUNCA SAIA de sua base sem uma Scroll of Speed, é apenas 50 de ouro.
  • Tente chegar a 50 de população o mais rápido possível. O exército Orc é caro, suas unidades são bastante caras, e mesmo que os itens sejam baratos, em quantidade se torna uma despesa. Passar de 50 de população significa pegar Upkeep, o que vai diminuir sua renda de ouro e isso pode ser muito ruim para um Orc.
  • Saiba quais monstros dropam quais itens: o Blademaster se beneficia muito de itens de Tier 2, e o Tauren Chieftain e Shadow Hunter se beneficiam de alguns.

Por que eles são diferentes?

  • Eles não têm boas escolhas de unidades de Late Game. Mesmo com mudanças recentes, o Tauren é muito caro em madeira e população para construir uma massa crítica. Eles também são facilmente mortos por dano mágico ou magias como Slow, Curse, Fairy Fire, etc. O Tier 3 ainda é bom para o Orc, mas não devido às unidades.
  • O Late Game do Orc é muito diferente das outras raças. Se o jogo não tiver acabado após a primeira batalha depois que ambos os jogadores atingirem o Tier 3 (que provavelmente é mais o caso do Orc do que das outras raças), eles têm muitas opções que as outras raças não tem. Seus heróis são muito fortes no Late Game e combinam bem com a sua Loja com itens baratos. Eles também podem usar o Tiny Great Hall para fazer uma expansão muito rápida que faz os Humanos parecerem lesmas.
  • Nenhuma unidade imune a magia e opções limitadas para combater unidades aéreas no late game (que geralmente tem dano mágico). Estas são duas grandes fraquezas que o Orc deve ter em conta na sua estratégia. Enquanto os Spirit Walkers são resistentes à magia, e os Headhunters ganharam recentemente um buff que os torna mais eficazes como anti-aéreos, ainda é provável que os Orcs vão perder se o seu oponente puder efetivamente colocar muitos feitiços ou dano mágico em seu exército.
  • Construções vulneráveis – Orcs são a única raça cujos edifícios de população não possuem armadura fortificada. As Orc Burrows são vulneráveis, e é uma estratégia comum para outras raças atacarem e destruírem os Burrows para desacelerar um Orc. Além disso eles tem um timing de Tier 2 muito previsível quando começaram a construir suas construções, as outras raças podem usar disso para neutralizar suas estratégias.

Elfos da Noite

As atualizações recentes mudaram muito sobre a raça dos Elfos da Noite — provavelmente mais do que qualquer outra raça de Warcraft 3. Seu caminho para a vitória é um forte early game para controlar o mapa, ou um rápido avanço tecnológico para o Tier 3 e então ter unidades com o DPS mais alto

Uma boa seleção de heróis, sendo todos os quatro heróis viáveis, eles também frequentemente usam os heróis da taverna para seu primeiro ou segundo herói — muito mais do que as outras raças. Isto é principalmente devido a quão bem seus Moon Wells (carinhosamente chamados de “Moon Juice”) podem dar suporte aos heróis da taverna, que geralmente sofrem com um consumo exagerado de mana.

Com uma grande variedade de opções viáveis na árvore de tecnologia, os elfos têm muitas opções divertidas de se jogar, como usar seu Ancient of War para ajudar nos creeps, Staff of Preservation, Ultravision, Hippogryph Raiders e muitas outras mecânicas diferenciadas.

Especialidade

  • Unidades rápidas, porém frágeis.
  • Muita utilidade e mecânicas úteis.
  • As construções (Ancients) permitem bases flexíveis que podem ajudar no combate.
  • Moon Wells reduzem de forma significativa o tempo de inatividade e dão uma enorme vantagem defensiva. Já que os Moon Wells curam suas tropas, não terá de esperar elas se curarem para continuar creepando.
  • Muito forte contra magias, especialmente contra invocações.
  • Um grande número de composições e estratégias, uma escolha significativa de unidades viáveis.

Iniciando

  • Keeper of the Grove é o herói inicial na maioria das estratégias, pois ele é uma escolha muito forte especialmente contra Orcs, porém todos os outros heróis também são viáveis. Escolha um herói inicial e tente atrapalhar o seu oponente enquanto ele está creepando, ou dê dano na economia dele.
  • Você pode também construir dois Ancient of War no início do jogo e recrutar grupos grandes de Huntress, o que te dará uma vantagem muito grande no início.
  • Obter algum controle de mapa e tentar tomar alguns creeps do seu oponente te dará muita vantagem. Como as unidades dos Elfos são rápidas, você pode se colocar muito na frente, mas tenha em mente que deve ter um bom número de unidades.
  • Tecnologia ou expansões quando você tem o exército maior é uma ótima escolha, se possível pegue os dois.
  • Pressionar o seu oponente e tentar matar as unidades que estiverem fora de posição com seu exército é uma ótima escolha para diminuir as forças do oponente antes do ataque final.
  • No Tier 2, heróis da taverna ficam especialmente viáveis, como Alchemist e Tinker, as unidades de Tier 2 como as Dryads são especialmente boas para se aprender a jogar com a raça.
  • Tente não deixar seu oponente fazer expansão e creepar, você pode impedi-lo facilmente tendo superioridade no early game.

Por que eles são diferentes?

  • Wisps custando 60 de ouro, com 120 pontos de vida, e consumidos ao fazer uma construção. À primeira vista isso parece uma desvantagem, mas o que é valioso é a utilidade delas. Sua capacidade de coletar madeira em qualquer lugar do mapa e sua maior velocidade de movimento fazem delas exploradoras perfeitas, e a habilidade Detonar é inestimável contra magos: matar invocações, drenar mana e dissipar tudo em apenas uma skill. Certifique-se de aprender as posições e onde colocar uma Wisp perfeitamente para lhe dar visão, e nunca esqueça de fazer mais Wisps conforme for consumindo-as para fazer Ancients.
  • Os Moon Wells permitem um monte de estratégias mais gananciosas que as outras raças não podem ter, permitindo um estilo de jogo para fazer tecnologia rapidamente sem ser muito vulnerável a agressões. Eles são especialmente bons com heróis que normalmente não fazem muita coisa sem mana, como Tinker, Firelord ou Keeper of the Grove.
  • Ancients permitem muita flexibilidade, construindo expansões antes de você ter limpado um acampamento, desenraizando para criar portas em sua base e creepando usando seus Ancients of War. Essas são só algumas ocasiões das várias em que você pode usar esta mecânica. A utilidade de poder mover-se e atacar de suas construções não pode ser subestimada.
  • Muita utilidade, incluindo o Ultravision, Staff of Preservation, Wisps, Construções móveis e as Moon Wells. Se você está com algum problema, pode apenas procurar uma solução rápida e forte na sua caixa de ferramentas élfica  e ultrapassar qualquer desafio.
  • A Huntress é uma ótima unidade contra outras unidades corpo-a-corpo de Tier 1 e as Archers são a unidade de DPS de maior custo-benefício do jogo, e com o patch de 2018 elas se tornaram melhores do que nunca, especialmente seu ás, o Glaive Thrower (a única arma de cerco que é tier 1) que recebeu um controverso buff de dano.

Mortos-vivos

Uma vez que você tenha jogado algumas partidas como Morto-vivo, fica claro que a raça encoraja certos estilos de jogo, principalmente o de dano alto, além de táticas de bater e correr e confiar na força de seus heróis.

O poder de explosão do Death Knight e Lich, o potencial de foco de tiro com o Orb of Corruption, o Crypt Fiend que é provavelmente a melhor unidade Late Game sendo do Tier 1, sustain com o poder de Obsidian Statues e Destroyers como a cereja no topo do bolo, é claro que você pode ver aí porque é tão popular jogar de Morto-vivo.

Alguns criticam a raça como obsoleta devido a ter a mesma estratégia por muitos anos no Warcraft 3 competitivo, enquanto outros jogadores aproveitam as infinitas otimizações que podem fazer para melhorar a estratégia. Certamente alguns dos melhores jogadores, especialmente Happy e 120, mostraram aos Mortos-vivos uma nova maneira de melhorar o seu jogo nos últimos anos.

Fácil de entender, difícil de realmente aprender e muito satisfatório para dominar, as fraquezas dos Mortos-vivos receberam alguns buffs significativos nos recentes patches, como as melhorias no Necromancer e Dreadlord que antes eram pouco usados. E os acolytes, que eram muito vulneráveis, agora correm igual ao Usain Bolt. Algumas outras estratégias se abriram nos últimos meses, com as expansões se tornando mais viáveis aos mortos-vivos e o Temple of the Damned vendo muito mais uso, ainda que suas forças que eram o dano massivo e os heróis não tenham sido reduzidos. O futuro é brilhante para a raça, que historicamente tem sido a mais fraca no topo do nível do Warcraft 3 competitivo.

Especialidade

  • Base impenetrável, torres que desaceleram e uma grande vantagem no seu terreno.
  • Exércitos que se movem rapidamente e dão alto dano de Burst.
  • Heróis muito fortes que podem causar muito dano.
  • Forte Tier 3 aéreo.
  • Uma ferramenta anti-magia eficaz, embora sendo no Tier 3.
  • Trabalhadores muito vulneráveis (Acolyte) e expansões mais difíceis.

Iniciando

  • Aprender duas build orders de vários guias de jogadores experientes podem lhe ajudar muito. As mais usadas são: Herói Rápido / Crypt Fiends Rápidas  / Tecnologia Lenta ou Crypt Fiends Rápidas / Herói Lento / Tecnologia Rápida.
  • O Death Knight é uma escolha muito sólida de primeiro herói, sendo o mais viável possível. Ele foca em pegar nível 3 rapidamente e faz um bom uso do Rod of Necromancy. Ele também se torna uma boa unidade para dar Scout ou Harass, porém o Dreadlord também está viável com uma estratégia de agressão no early game.
  • Tecnologia rápida enquanto faz seus Crypt Fiends, se sua renda de madeira permitir. Tente comprar Rod of Necromancy para continuar creepando ou fazer exploração de terreno com os esqueletos.
  • Para segundo herói, o Lich é uma ótima escolha. Ele tem uma Skill de Burst chamada Frost Nova que é muito poderosa, e é uma ótima companhia para o Dreadlord ou Death Knight.
  • Quando atingir o Tier 2, uma Slaughterhouse e Obsidian Statues são uma ótima opção para dar sustain ao ser exército, elas ajudam tanto na mana quanto na cura. Não esqueça de comprar mais Rod of Necromancy.
  • No Tier 3, a Orb of Corruption vendida na sua loja é um item muito popular para o seu Lich, e o upgrade de Destroyer que faz com que suas Obsidian Statues se tornem uma unidade aérea muito poderosa em troca de sua cura são escolhas fortes para o início do Late Game. Dark Ranger é um ótimo herói no Tier 3, especialmente com a habilidade do Silêncio, essa tem sido uma escolha muito popular. Mais Rod of Necromancy, talvez um em cada herói.
  • Um exército perfeito a 50 de população. Melhorias e heróis no nível alto te deixarão muito na frente do seu oponente em qualquer confronto. Uilize diversas composições, a mais comum é um punhado de Crypt Fiends, duas Obsidian Statues, um Abomination (com o upgrade de Disease Cloud) e um ou dois Destroyer. Além disso, lembre-se Rod of Necromancy.
  • E eu já mencionei o Rod of Necromancy? É realmente MUITO bom.

Por que eles são diferentes?

  • Pelo motivo que os Mortos-vivos usam Ghouls para coletar a madeira e suas construções não precisam de um Acolyte construindo, eles só precisam de cinco Acolytes por mina de ouro. Isso dá a eles o raro benefício de ter mais espaço livre em sua população, com os Ghouls podendo ajudar no early game, defender sua base ou participar de um push. A desvantagem disso é que eles não podem simplesmente trocar trabalhadores de madeira para colocar no ouro no caso se sofrerem um Harass ou quiserem expandir. Isso aumenta a vulnerabilidade que é seus Acolytes.
  • Os Crypt Fiends – Esta unidade é excepcionalmente eficiente, derrotando muitas unidades mais caras de Tier 2 em grandes batalhas. Tem muitos pontos de vida, combina muito bem com Death Coil do Death Knight, causa dano alto que comba muito bem com a Orb of Corruption no Lich e tem duas ótimas habilidades utilitárias.
  • O Grande dano causado por heróis. Death Coil e Frost Nova (Do Death Knight e Lich respectivamente) são uma bela combinação, eles definem a raça. Sua capacidade de derrotar um herói inimigo em um piscar de olhos traz alegria e raiva em uma medida igual.
  • Uma boa estratégia – Se você está começando com Morto-vivo ou é um veterano na raça, o seu plano de jogo provavelmente não mudou muito. Ainda é seu foco trazer heróis fortes como Death Knight e Lich, com um exército bem equilibrado conforme o necessário. Há muitas pequenas mudanças que pode fazer, mas grandes variações são raras.
  • Uma utilidade divertida e interessante. Os Mortos-vivos realmente tem algumas opções legais de utilidade, mesmo que algumas dessas utilidades raramente cheguem em algum jogo 1v1. Shades são os melhores scouts do jogo, o poderoso Frost Wyrm que tem um poder esmagador, o Gargoyle que é uma unidade bem única, a famosa opção da estratégia de Meat Wagons com Necromancers e a Banshee com suas habilidades distintas e poderosas.

Conclusão

Warcraft 3 Orc Undead

Warcraft 3 é um jogo bastante distinto e artigos como esse ajudam novos jogadores. A comunidade deve crescer e continuar crescendo e para isso eu vou traduzir alguns desses artigos, os que eu julgo serem mais úteis e interessantes é claro. Além da tradução eu fiz algumas modificações e algumas coisas estão bastante generalizadas pois não entro em fundo em nenhuma raça. Isso fica para o próximo artigo, muito obrigado por lerem tudo. Que tenham ótimas partidas e consigam escolher sua raça.

Agradecimentos especiais ao Cepheid por ter escrito este artigo e ao editor do Warcraft3.info, RehcraM, por ter autorizado a tradução.

Fique ligado na seção de artigos para mais materiais teóricos sobre o cenário competitivo de Warcraft 3!

Streamer, Leitor e Viciado em videogames desde que se conhece por gente.
Artigos criados 12

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.